10 comédias de TV mais reproduzíveis dos últimos 20 anos

Todo mundo tem shows para os quais vai quando precisa rir. Pode ser algo que eles já viram um milhão de vezes, mas as piadas ainda aparecem a cada nova exibição. Nos últimos vinte anos, os fãs de comédia foram presenteados com uma abundância de shows memoráveis ​​com personagens que eles amam (ou odeiam), que estão sempre lá para recebê-los.

Embora esses personagens sejam versões excêntricas e exageradas de si mesmos, os fãs costumam ver suas próprias peculiaridades e excentricidades em suas contrapartes favoritas na tela. Essa capacidade de se identificar facilmente com os personagens cômicos da TV dos últimos vinte anos torna esses programas alguns dos mais comentados. Ah, e eles também são muito engraçados.

10 ‘Desenvolvimento Contínuo’ (2003-2019)

Desenvolvimento de um punho

Desenvolvimento de um punho conta a história da família Bluth, um grupo disfuncional liderado pelo avô George Bluth (Jeffrey Tambor) que foi preso em primeira instância por furtar dinheiro da própria empresa. Com George na prisão, cabe ao segundo filho mais velho de Michael (Jason Bateman) para manter sua família próxima e reduzir suas despesas.

Michael jura abandonar quase todos os episódios, e não é difícil entender por quê. Deve ser feito com o irmão de Gob (Will Arnett) que gosta de ser uma irmã engraçada e auto-adotiva de Lindsay (Portia de Rossi) e seu marido “Nu” Tobias (David Cross), irmão mais novo e filhinho da mamãe residente Buster (Tony Hale), seu pai traidor e sua mãe alcoólatra Lucille (Jéssica Walter) – tudo isso enquanto tentava criar seu filho George Michael (Michael Cera) que tem interesse em sua prima Maeby (Alia Shawkat).

9 ‘Está sempre ensolarado na Filadélfia’ (2005-presente)

Está sempre ensolarado na Filadélfia

Está sempre ensolarado na Filadélfia narra o escândalo dos proprietários do Paddy’s Pub, Dennis (Glenn Howerton), Mac (Rob McElhenney) & Charlie (Dia de Charlie), Sra. Dennis Dee (Kaitlin Olson) e seu pai Frank (Danny DeVito). Isso não é para os fracos de coração porque a comunidade é um canalha que sempre trama e trama, sempre em detrimento de quem está ao seu redor. Mas o comportamento deles é tão ridículo que é absolutamente hilário.

Do comportamento psicopata de Dennis às crenças delirantes de Dee sobre seu próprio poder moral, à luta de Mac entre sua fé católica e sexualidade, ao estranho arranjo de coabitação de Charlie e Frank, não há barreiras. O show está programado para começar a filmar sua décima sexta temporada, mas ainda consegue deixar os fãs se perguntando – o que a turma fará a seguir?

8 ‘O Escritório’ (2005-2013)

O escritório

Baseado na série britânica de mesmo nome estrelada por Ricky Gervais, O escritório usa uma história de estilo mockumentary para explorar os acontecimentos diários dentro do escritório da Dunder Mifflin Book Company. O pesadelo do chefe de RH de nossa equipe, Michael Scott (Steve Carell), que é vagamente baseado no contador britânico David Brent (interpretado por Gervais).

Depois, há o socialmente inepto Dwight (Rainn Wilson) que tem paixão por artes marciais, e Jim (John Krasinski) que leva a sua alegria de mexer com Dwight. O programa pega os arquétipos que a maioria dos funcionários de escritório encontrará pelo menos uma vez na vida e os amplifica até que seu comportamento seja tão ultrajante que é difícil não rir disso.

7 ‘A Teoria do Big Bang’ (2007-2019)

A grande explosão

A grande explosão segue a vida de quatro cientistas enquanto eles navegam no mundo da academia. O show aconteceu originalmente no apartamento do neurótico Sheldon Cooper (Jim Parsons), físico teórico, e Leonard Hofstadter (Johnny Galecki) – também é psicólogo, mas não tão talentoso quanto Sheldon.

O casal organiza todos os tipos de reuniões para seus amigos Raj (Kunal Nayyar) & Howard (Simão Helberg) – pense em Xadrez 3D, DnD, maratonas de Star Wars e personagens de World of Warcraft – mas as coisas ficam interessantes quando eles fazem um novo amigo em Penny (Kaley Cuoco), seu vizinho do outro lado do corredor. A melhor garota ‘it’, Penny é o oposto dos caras, mas o grupo forma um vínculo mais unido, com muitas risadas ao longo do caminho.

Região

Região acontece no Greendale Community College, onde sete desajustados formam um grupo de pesquisa de problemas limítrofes baseado em confiança que na verdade não treina. O autoproclamado líder carismático do grupo é Jeff Winger (Joel McHale), uma advogada meticulosa que nunca se formou em direito, e Britta (Gillian Jacobs), um aspirante a ativista no curso de psicologia que Jeff tem uma queda.

Completando o grupo está Annie (Alison Brie), a sabichona empreendedora Shirley (Yvette Nicole Brown), a mãe solteira divorciada de Tróia (Donald Glover), uma piada de mau gosto no colégio, e seu melhor amigo Abed (Danny Pudi), que entende o mundo através do fim de seus filmes e programas de TV favoritos. Depois, há Pierce (Chevrolet Chase), o aluno mais velho de Greendale que foi aprovado em todas as matérias do currículo – desde o barco construído no estacionamento até Who’s Who Really: A Social Analysis of Television’s Who’s Who’s The Boss. Greendale não é apenas uma faculdade, o que a torna ótima!

5 ‘Parques e recreação’ (2009-2015)

Parques e recreação

Parques e recreação conseguir um emprego no setor governamental e entregá-lo. O Pawnee Parks and Rec Department é liderado pelo diretor Ron Swanson (Nick Offerman), um freelancer que trabalha como prodígio do saxofone Duke Silver, e seu vice, curador Leslie Knope (Amy Poehler), cujo único objetivo na vida era se tornar o presidente dos Estados Unidos.

O grupo, formado por Tom, um aspirante a empresário, April (Praça Aubrey), a estudante apática, Donna (retta), Milionário Secreto e Jerry (Jim O’Heir) (ou Gary, ou Terry), o saco de pancadas do escritório, faz o conselho local trabalhar – ou por mais divertido que seja. Os elementos individuais muito diferentes se juntam para criar um show digno de assistir de novo e de novo.

4 ‘Nova Garota’ (2011-2018)

a garota nova

a garota nova contar a história de Jess (Zooey Deschanel), uma professora alegre que vai morar com três colegas de casa depois que seu namorado termina com ela. Schmidt (Max Greenfield), um Lotário egocêntrico com tendências ao TOC, Nick (Jake Johnson), um escritor lutando com inspiração e um professor (Damon Wayans Jr.), um personal trainer (que mais tarde substituiu Winston (Lamorne Morris), um amante de gatos de fala mansa), durante uma briga com a personalidade exagerada de Jess.

Mas todos passam a amá-lo pelo que ele traz para a vida de cada um, encorajando Winston a seguir seu sonho de ser policial, apresentando Schmidt a seu melhor amigo e sua futura esposa Cece (Hannah Simone) e encorajando Nick a terminar seu romance (e, finalmente, se apaixonar por ele). É um show caloroso e confuso que sempre provocará gargalhadas.

3 ‘Brooklyn Nine-Nine’ (2013-2021)

Brooklyn 99

Brooklyn Nine-Nine se passa no bairro mais legal de Nova York – o 99º! Mas este não é o seu programa policial padrão. A equipe de nove pessoas resolve crimes e se diverte ao fazê-lo. Liderados por seu destemido diretor, o cerimonioso e correto Raymond Holt (André Braugher), o grupo é um grupo fechado que nunca deixa de perder “Halloween Heist”.

Ao lado do topo de um homem, o sargento Terry Jeffords (Terry Crews), o capitão Holt deve manter sua equipe na linha – nosso Jake (Andy Samberg), o primeiro instigador disso, e seu melhor amigo Boyle (Joe Lo Truglio) que fará tudo o que Jake disser, hiper define Amy (Melissa Fumero), Rosa Rosa (Stephanie Beatriz), Velha Scully (Joel McKinnon Miller) e Hitchcock (Dirk Bloqueador) que estão completamente colados às cadeiras de suas escrivaninhas e a enigmática Gina (Chelsea Peretti) que faz tudo e nada ao mesmo tempo. O show policial nunca foi surpreendente.

2 ‘Superloja’ (2015-2021)

ótima loja

ótima loja ocorre na histórica loja de departamentos Cloud 9, onde os funcionários desenham uns aos outros durante seus dias como representantes de atendimento ao cliente no varejo. Quem já trabalhou no varejo vai se identificar com pelo menos um desses personagens.

Talvez seja leal, mas triste Amy (ferreira americana) que busca mais, ou Jonas (Ben Feldman) que está no limbo depois de não conseguir concluir seu curso de administração, ou até mesmo a jovem mamãe Cheyenne (nicole sakura). Liderado por Glenn (Mark McKinney), que é bonita demais para seu próprio bem, e a subgerente de Dina (Lauren Ash), por mais dura que seja, a equipe faz o possível para fazer bem o seu trabalho em meio a todo o drama que acompanha o trabalho no varejo. É uma sitcom agradável com muitos núcleos de verdade embutidos na história.

1 ‘Schitt’s Creek’ (2015-2021)

Schitts Creek

Schitt’s Creek segue a história da família Rose, que deve navegar em sua nova vida em uma pequena cidade depois de perder sua fortuna. Forçado em um hotel na cidade de Johnny Rose (Eugene Levy) comprou o filho de brincadeira quando ele ainda tinha dinheiro, a família enfrentou todos os desafios juntos – e fizeram isso em um timing cômico perfeito.

É difícil escolher um favorito, entre o moderno e sarcástico David (Dan Levy), o bem-intencionado, mas às vezes pouco inteligente Alexis (Annie Murphy) e esposa de Moira Rose (Catherine O’Hara), um velho ator se vê reduzido a deixar o fundo do poço. Embora o show esteja no novo extremo do espectro, ele ainda merece entrar na zona retrô daqui em diante.

RELATED ARTICLES

Most Popular